Bandeiras

Translate

domingo, 12 de abril de 2015

IRÃ DIZ QUE ACORDO NUCLEAR NÃO ESTÁ GARANTIDO - FINAL DOS TEMPOS - PROFECIAS

Imagens da web

Irã Diz que Acordo Nuclear Não está Garantido



Publicamos aqui em nosso blog a Profecia de Guerra nuclear vindo ao IRÃ EM 15 DE  Outubro 2014 pelo Profeta David Owuor em Abril de 2011, Link:>>Guerra nuclear Vindo ao Irã

O líder supremo do Irã, Ali Khamenei, esfriou as perspectivas de um acordo nuclear nesta quinta-feira com um discurso na televisão. O aiatolá exigiu em sua fala que as sanções contra o Irã sejam levantadas simultaneamente à assinatura do pacto, algo que o Ocidente rechaça e condiciona à verificação do cumprimento dos compromissos assumidos. “As sanções devem ser eliminadas no mesmo dia da assinatura do acordo”, reclamou Khamenei.
A exigência do líder mostrou elementos de discórdia entre sua posição e a do presidente do país, Hassan Rohani, que horas anteshavia pronunciado um discurso mais moderado na cerimônia do dia nacional da energia nuclear. Rohani afirmou que Teerã não assinará nenhum acordo nuclear com o Ocidente “se não forem eliminadas todas as sanções no mesmo dia em que for implementado o acordo”.
O ministro de Relações Exteriores francês, Laurent Fabius, observou que o discurso de Khamenei evidencia que ainda há muito trabalho por fazer.
O Irã e as potências do 5+1 – Estados Unidos, Reino Unido, França, China, Rússia e Alemanha – chegaram, na quinta-feira passada a um acordo preliminar que pretende restringir o programa nuclear do país persa. Na reta final das negociações, as partes têm prazo até o dia 30 de junho para fechar o acordo definitivo, em um percurso que parece árduo pelas diferenças nas interpretações de Washington e Teerã sobre a declaração conjunta emitida em Lausanne (Suíça).
Khamenei optou em seu discurso por um tom muito duro contra os EUA, afirmando que nunca foi “otimista em relação às negociações” com Washington e acusou os norte-americanos de prepararem o texto de sua nota explicativa antes do término das negociações de Lausanne. “É impossível elaborar um comunicado em apenas duas horas, por isso eles, enquanto negociavam conosco, elaboraram um texto parcial, equivocado e contrário ao conteúdo das negociações”.
Khamenei evitou respaldar explicitamente o pacto preliminar conseguido por seus negociadores. “Nem respaldo nem rechaço”, disse. Embora Rohani tenha classificado o acordo provisório de “vitória para o povo iraniano”, o líder diminuiu sua importância e disse que “felicitar-se por este comunicado não faz sentido”. “Não está garantido o próprio acordo, nem seu conteúdo”, sublinhou. Khamenei inclusive indicou que não chegar a um pacto no prazo de três meses não seria “uma catástrofe”.
Outro tema polêmico nas negociações para chegar ao acordo final são as inspeções para verificar a natureza pacífica do programa nuclear do Irã. O Governo de Rohani assumiu que irá propor ao Parlamento a assinatura do Protocolo Adicional que possibilita maior acesso às instalações tanto nucleares quanto não nucleares, e inspeções repentinas e sem aviso prévio. O aiatolá, por outro lado, advertiu aos negociadores que não devem “aceitar nenhuma inspeção não convencional” e reiterou que “[os ocidentais] não devem se infiltrar nas instalações de segurança e de defesa do país com a desculpa das inspeções”.
Umas horas depois das declarações de Khamenei, Abbas Araghchi, o vice-ministro de Relações Exteriores e um dos principais negociadores iranianos, insistiu em uma entrevista na TV que “as sanções devem ser eliminadas quando o acordo for implementado”, em uma clara discrepância com o líder. O diplomata iraniano também reconheceu que “é muito difícil e complicado elaborar um mecanismo que possibilite cumprir com o princípio de simultaneidade nas ações”. “O problema é que depois da assinatura do acordo temos que efetuar uma série de ações que levarão certo tempo antes de implementar o acordo”. Araghchi também tentou esfriar a postura do líder sobre as inspeções e explicou: “Nós não temos nenhum problema com as inspeções porque todos nossos programas nucleares e não nucleares são de natureza pacífica”.
À medida que se aproxima a fase final para redigir o acordo entre o Irã e as seis potências, surgem mais obstáculos e discrepâncias entre as partes, em especial entre o Irã e os EUA. Uma parte destas diferenças deve-se à falta de confiança entre os dois países, o que Mohammad Javad Zarif, ministro de Relações Exteriores iraniano, qualificou há uns dias de “uma catástrofe histórica”. Os analistas estimam que o maior obstáculo está dentro da cena política dos dois países e os choques entre os setores favoráveis ao acordo e os que o rechaçam e temem a aproximação entre Irã e Estados Unidos.Com informações:brasil.elpais




Este é o Profeta do Arrebatamento: Dr. David E. Owuor. Ele é Mateus 25.6/  Malaquias 3.1 (Pesquise). Trata-se do Último Porta-Voz do SENHOR DEUS de Israel na Terra antes do Arrebatamento da Igreja de Cristo. O Tempo Terminou. Muitas Profecias já cumpridas, inclusive no Brasil. O SENHOR JESUS está Vindo. Arrependa-se. Santifique-se.O ARREBATAMENTO DA IGREJA É IMINENTE.

Profecias Cumpridas INCONTESTÁVEIS!

TODAS AS OCORRÊNCIAS DESTES FENÔMENOS, BEM COMO AS MENSAGENS, PROFECIAS E MILAGRES REALIZADOS POR DEUS ATRAVÉS DESTE HOMEM ESTÃO TODOS DEVIDAMENTE GRAVADOS, DOCUMENTADOS E POSTADOS EM DIVERSOS SERVIDORES AO REDOR DO GLOBO TERRESTRE NO CLÁSSICO ESTILO DO “ANTES E DEPOIS” DISPONÍVEIS NA MÍDIA — SOBRETUDO NO YOU TUBE E NA INTERNET.

Ministrações do profeta Dr. David Edward Owuor do Quênia, sejam abençoados e recebam a pregação do Arrependimento e Santidade.

O Messias está vindo
Preparem o caminho em Santidade
(Hebreus 12:14)

Shalom



   

O Messias está vindo
Preparem o caminho em Santidade
(Hebreus 12:14)
Shalom

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...